sábado, 31 de outubro de 2015

Os cuidados para não cair no modismo da indústria do fitness.
Me chamou muito a atenção uma matéria sobre o cross fit, intitulada "Gordinho se aposenta por invalidez após uma aula de crossfit". Não sei até que ponto é verdade ou exagero, mas que serve de alerta. Toda prática de exercicício físico é válido, desde que, saibamos respeitar nossos limites e compreender as necessidades do nosso corpo. A busca incessante pelo modelo de corpo magro, perfeito e esbelto, ignora a individualidade, a personalidade do sujeito e a diferença social existente entre os corpos, através de sacrifícios exagerados, exercícios privados de prazer e satisfação, com o discurso de saúde e bem estar. Até que ponto chega o ser humano, em seu esplendor desespero, ao buscar o caminho mais curto e rápido,  faz do crossfit o vilão. Ou será o modismo, com suas armadilhas, pega mais um pra sua conta e lucra com mais um cliente, que na inocência e na crença do milagre instantânea, presenteia o gordinho com o brinde, a invalidez.
Veja a reportagem do site, sencionalista.uol.com, um jornal isento de verdade.
http://sensacionalista.uol.com.br/2015/10/23/gordinho-se-aposenta-por-invalidez-apos-primeira-aula-de-crossfit/

Nenhum comentário:

Postar um comentário