quinta-feira, 12 de novembro de 2015

PROJETO DE SUSTENTABILIDADE DO COLÉGIO ESTADUAL JOSÉ LOBO


TEMA: "O IMPACTO DO ÓLEO DE COZINHA NO MEIO AMBIENTE"


        No mês de  novembro e dezembro o Colégio Estadual José Lobo estará realizando o projeto de sustentabilidade, com o tema "O impacto do óleo de cozinha no meio ambiente", recolhendo o óleo de cozinha utilizado nas casas, comércios e restaurantes, com a ajuda dos alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio.
     Este trabalho também passará por uma campanha de conscientização entre os alunos da reutilização, reciclagem e redução do uso dos materiais inorgânicos, como óleo, na nossa sociedade e a preservação do meio ambiente no século XXI.
          Óleo de cozinho é muito utilizado no cozimento e na fritura de alimentos nas casas brasileiras. Na reportagem no site Biocoleta, relata que o Brasil mais de 200 milhões de litros de óleo residual de fritura são despejados mensalmente nas pias das cozinha domésticas. Este óleo que é despejado nas pias vai para os rios e lagos comprometendo o meio ambiente de hoje e do futuro. Infelizmente, é o óleo o maior poluidor de águas doce e salgadas nas regiões mais adensadas do Brasil.
          O óleo tem um impacto ambiental muito grande. Apenas 1 litro de óleo é capaz de esgotar o oxigênio  de até 20 mil litros de água, que bloqueia a passagem de ar e luz, impedindo a respiração e a fotossíntese.  
            O estado de Goiás, em 2012, realizou o programa "Olho no óleo", na redução do impacto do óleo de cozinha usada e descartado indevidamente nas redes de esgoto sanitário. De acordo com estudos, apenas em Goiânia e em Aparecida de Goiânia, descarta a média de 525 mil de residências é de 1,4 litros do mês, cada uma. Nos estabelecimentos comerciais, o número chega a 136 litros por mês, o que totalizam juntos mais de 208 mil litros de óleo descartado indevidamente.
         A reutilização, reciclagem e o reaproveitamento do óleo é grande ganho para o meio ambiente. Em alguns estabelecimento de Goiânia, como supermercados, já faz a troca de 4 litros de óleo de cozinha por 1 frasco de óleo novo. No colégio estadual José Lobo, também entra na campanha de conscientização, recolhendo 2 litros de óleo por alunos, nos dias 18 de novembro à 4 de dezembro de 2015. 
         Como você deve separar e acondicionar o óleo usado de cozinha. 
         A reciclagem e o reaproveitamento do óleo de cozinha usado é uma saída sustentável para o problema. Existem diversas finalidades para o óleo de cozinha usado: produção de resina para tintas, sabão, detergente, glicerina, ração para animais e até biodiesel. Escolha a melhor opção para você e minimize os impactos negativos causados ao planeta.

Transforme o seu óleo de cozinha em sabão caseiro
          Você mesmo pode dar um novo destino ao óleo de cozinha. A receita é simples e pode ser feita em casa:
Materiais: 5 litros de óleo de cozinha usado, 2 litros de água, 200 mililitros de amaciante, 1 quilo de soda cáustica em escama.
Preparo: coloque cuidadosamente a soda em escamas no fundo de um balde e acrescente a água fervendo. Mexa até diluir todas as escamas da soda e depois adicione o óleo e mexa. Em seguida, adicione o amaciante e mexa novamente. Jogue a mistura numa fôrma e espere secar. Corte o sabão em barras.

Um comentário:

  1. Muito bom essa iniciativa do Colégio.
    Estou encantada com o seu trabalho.
    Parabéns!!
    Érica

    ResponderExcluir